ESQUEÇA UM LIVRO E ESPALHE CULTURA

Por Renata Vasconcelos

Ler é algo muito bom e quando se tem muitos livros se torna natural apegar-se a eles, mas recentemente foi iniciado o projeto “Esqueça Um Livro E Espalhe Conhecimento”. Os livros começaram a ser esquecidos na orla da praia de Boa Viagem em pontos estratégicos onde aqueles que estivessem passando pudessem ter acesso. A campanha espantou e encantou a população, pois é em um gesto de desapego que acaba influenciando outra pessoa a se apaixonar pela leitura.

O gesto de esquecer o livro começou por meio de um autor anônimo, mas o livro “ Crônicas da Família” foi achado no ônibus pelo estudante Ricardo Américo. No início o achado foi meio estranho, porém depois de ler a carta acompanhada do livro entendeu o sentido do possível esquecimento, não demorou muito para que o estudante segui – se com a corrente e deixasse um livro para trás.

Esta iniciativa do projeto surgiu da ideia do “ BookCrossing”, criando nos EUA no começo dos anos 2000. A mesma une o incentivo à leitura com a urbanidade das cidades, convidando assim qualquer pessoa que se interesse pelo livro abandonado o convidando a expandir seus conhecimentos e ter contato com a leitura.  Existem várias versões da ideia espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. No Brasil, começou por meio do paulista Felipe Brandão no mês de abril e para todos os livros achados são postado na página do projeto no facebook.

No Recife o projeto adquiriu força na praia de Boa Viagem onde livros foram deixados por moradores e por frequentadores da praia, muitos apenas deixaram os livros com bilhetes e outros usufruíram dos quiosques e depois deixara o livro para trás. Para aqueles que não possuem o habito de ler foi uma descoberta incrível e um tanto quanto interessante. Em uma entrevista para o NETV segunda edição a professora Fernanda Bérgamo comenta a inciativa “ Que por estarmos em período de férias é mais interessante e legal lançar uma data para que seja possível propagar a campanha e que não existe nem hora e nem lugar para começar.”

O gesto de deixar seu livro para trás é sim uma forma de se desapegar, mas deve se ter em mente o quanto aquele objeto foi rico em experiências e como será interessante se outra pessoa possa ter contato e lê –lo expressando então sua opinião e conhecendo cada vez mais novos autores. Este projeto é uma distribuição espontânea de cultura e conhecimento, participe você também.

Esqueça um livro e espalhe conhecimento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s