A AÇÃO DAS ATIVIDADES FÍSICAS NO COMBATE À OBESIDADE

Por Lais Leon

O sedentarismo e os distúrbios alimentares são, hoje, os grandes fatores responsáveis por causar doenças relacionadas à obesidade. De acordo com o Ministério da Saúde, 50,8% dos brasileiros estão acima do peso ideal e 17,5% se mostram, em algum grau, obesos. Em se tratando de hábitos saudáveis, tais índices destacam a negligência existente na população, alardeando a realidade crítica que, se não for reconstruída, causará grandes estragos nas próximas gerações.

Não é novidade que a prática de atividades físicas traz excelentes resultados no combate à obesidade, sendo uma grande estratégia na manutenção da saúde dos indivíduos. Adotar tais exercícios como hábitos do cotidiano, inevitavelmente, torna mais fácil a tarefa de superar as doenças causadas pelo sedentarismo. Além disso, a queima de calorias e o aumento do metabolismo estimulam a autoestima de quem está sofrendo com o sobrepeso, pois se tornam pessoas mais ativas e com uma maior qualidade de vida.

Reconhecendo a importância dos esportes na vida dos cidadãos, a rede de saúde Hapvida iniciou um projeto inovador para promover bem-estar físico e mental à população. O programa Hapvida +1K foi pensado com o propósito de atender aos desejos de quem deseja largar o sedentarismo e experimentar um novo estilo de vida.

Totalmente gratuita, a proposta de assessoria esportiva disponibiliza 2,4 mil vagas para iniciantes e intermediários e 20 vagas para cadeirantes, espalhadas por seis pontos de apoio da cidade. Promovendo corridas, o projeto, que já existe no Ceará e em Alagoas, incentiva os participantes a começarem as atividades de forma moderada, evoluindo no decorrer do tempo.

bruno atleta
Foto: Bruno Atleta

Seguindo uma planilha de treinos, os praticantes poderão contar com o acompanhamento de profissionais da área, garantindo assim uma segurança maior no desempenho dos exercícios. Os treinamentos consistem na preparação para corridas de rua, e a meta é que dentro de três meses os participantes estejam aptos para correr, no mínimo, 5 km.

As atividades começam no mês de Agosto e serão realizadas nos seguintes polos: Beira-rio, Torre, Jaqueira, UFPE, avenida Boa Viagem, parque Dona Lindu e em Casa Caiada. Os pontos de apoio para cadeirantes estarão localizados na UFPE, Beira-rio e Boa Viagem. Segundo o coordenador do programa no Recife (Jailton Santos), os treinos acontecerão nas segundas e quartas, das 6h às 7h ou das 19 às 20h, e nas terças e quintas no mesmo horário.

As inscrições, lembrando que são gratuitas, são feitas no site do Hapvida:

http://www.hapvida.com.br/mais1k

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s